sexta-feira, 27 de abril de 2012

Plano de aula

TEMA: Sólidos Geométricos

Formulário de Plano de Aula

DADOS

Escola: E. E. X
Professora Tania
Duração da atividade: 4 horas-aula
[ X ] Ensino Fundamental [ ] Ensino Médio 5ª Série
Conteúdos: planificação dos sólidos geométricos
Disciplinas envolvidas: Matemática, Artes.

Objetivos

Objetivo Geral
• Conhecer os sólidos geométricos e a planificação de cada um
Objetivos específicos:
• Pintar, recortar e montar os sólidos geométricos
• Explorar os sólidos: cubo, paralelepípedo e prismas
• Confeccionar lustres envolvendo os sólidos geométricos

Metodologia

1. Para iniciar, a classe deve estar disposta em grupos. Os alunos receberão desenhos dos sólidos geométricos: cubo, paralelepípedo e prismas para pintarem. Depois que todos pintarem deverão recortá-los e montá-los.
2. O professor juntamente com os alunos nomeará cada sólido. Pedirá que prestem atenção ao montá-lo e desmontá-lo para conhecerem a planificação de cada um.
3. Explicará que todos possuem vértices e arestas, mas que cada um tem arestas e vértices diferentes. Serão contados e anotados num relatório: sólido por sólido, a fim de serem comparados posteriormente.
4. Depois que os sólidos estiverem todos montados faremos um lustre de sólidos geométricos que ficará exposto na sala de aula.
5. Exercícios de fixação sobre a planificação dos sólidos.

Recursos

• Lápis de cor
• Giz de cera
• Folhas de papel sulfite
• Lápis de escrever e borracha
• Bambolê

Avaliação

Como critério serão considerados os índices de envolvimento do aluno na atividade, seu empenho em participar das atividades e a construção de cada sólido geométrico.

Bibliografia

http://www.youtube.com/watch?v=cARhEZcaVuY&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=W4bt6-c2NQk&feature=related

FONSECA, Maria da Conceição F. R.et.al O ensino da geometria na escola fundamental – três questões para a formação do professor dos ciclos iniciais. 2.ed.ed.Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

LORENZATO, Sérgio. Por que não ensinar Geometria? In: Educação Matemática em Revista – SBEM 4, 1995.

Nenhum comentário:

Postar um comentário